sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

QUEM SOU...

Olá bom dia, sou sulmatogrossense, e moro em Dois Irmãos do Buriti, formada em Letras e Administração, trabalho como Agente de Inspeção de Alunos em uma escola estadual da minha cidade, o que faz com que fique em pé por longos períodos. Moro com meus pais e gosto muito de estudar e ler.
Adoro viajar, estudar, estar com os amigos, e principalmente aprender muito com as outras pessoas, principalmente quando percebo que essas tem um nível de conhecimento a mais do que eu, pois conhecimento nos engrandece e só faz bem para a alma.
Desde o ano 2007, comecei a ganhar peso, e não me preocupei com minha saúde, fui me acomodando e dando espaço para que maus hábitos tornassem parte da minha vida. Falta de atividades física, comidas calóricas e gordurosas (e gosto muito delas), noites boêmias, e a cada vez que as roupas não serviam mais eu comprava novas e mais largas. Assim quando percebi já estava acima do peso, e naquela fase difícil de ser contornada, já tinha passado dos 100 kg.
Nunca sofri nenhuma descriminação diretamente, mas já senti na pele olhares indiscretos, e ouvi frases como "você tem o rosto tão lindo, pena...", mas procurava não me preocupar com a opinião dos outros, e sempre fiz as coisas das quais tinha vontade.
Mas o que me levou a me preocupar com meus hábitos - "foi pela dor", comecei a ter problemas de saúde como dores na coluna, problemas nas articulações, e dores na face plantar. E gostaria de ressaltar que minha mãe possui esporões calcâneos,  e que pode ser genético ou adquirido por excesso de peso, ou seja tinha fortes possibilidades de adquiri-los também.
Os últimos três anos, a cada nova entrada de ano fazia promessas de mudar meus hábitos, e adquirir um novo estilo de vida, mas promessas essas que eram esquecidas no decorrer do ano, com muitas desculpas, como falta de tempo, indisponibilidade e tantas outras. No entanto em 2014 muitas coisas boas aconteceram na minha vida e optei por realmente fazer a mudança necessária. 
Em setembro de 2014, optei por procurar médico cirurgião bariátrico que foi recomendado ao meu pai, já que o mesmo não quis, eu fui e conversei a fim de obter informações sobre o processo, e descobri que me encaixava nas características necessárias para realizar a cirurgia. O processo foi muito rápido, pois fui passando por todos os especialistas e realizando todos os exames, até que minha cirurgia foi marcada para o dia 17 de dezembro de 2014.
Vou utilizar esse espaço para relatar as minhas experiências desse processo, e expressar os meus novos hábitos, com isso quem saber motivar outras pessoas a adquirir uma nova vida!