quinta-feira, 19 de março de 2015

HOJE É DIA DE DEPOIMENTO - VIRGINIA OLIVEIRA BEZERRA

 HOJE VOU SER MAIS FELIZ QUE ONTEM!
 
Meu nome e Virginia Oliveira Bezerra tenho 45 anos, sou técnica em enfermagem, técnica em necropsia e faço faculdade de Serviço Social.
Sempre fui gorda não tanto como na época em que fiz a cirurgia, com a minha profissão de técnica de enfermagem adquiri artrose nos dois joelhos, e tendinite em ambos e no ombro, sempre adiei a cirurgia por não me achar apta psicologicamente para tomar coragem, mas qd os joelhos não aguentaram mais, pois andava igual pato, ouvi do ortopedista, a senhora esta a meses de uma muleta e a 1 ano e meio de uma cadeira de rodas, chorei uma semana, então resolvi que iria operar, alguns amigos do Hospital  Regional, onde trabalho sempre me incentivavam a fazer, mas foi o amigo Donisete, paciente operado e com 40 kg a menos que me falou, faça vc não vai se arrepender, me deu o numero do consultório do Dr. Cesar Conte, onde fui muito bem recebida, durante a consulta falei pra ele não vou ficar parecendo um maracujá de gaveta ne, e ele muito simpático, como sempre, muito bem humorado me respondeu vc vai ter ate pescoço, sai de lá confiante como nunca e dois meses depois lá estava eu no pós operatório!!!!
 
Minha Família foi meu maior suporte, sou a caçula de 6 irmãos, 1homem e 6 mulheres comigo, sempre estiveram do meu lado incondicionalmente, a partir do momento que resolvi, o medo delas e que eu acordasse um dia querendo comer tudo como antes, mais isso nunca aconteceu, estão sempre do meu lado me acompanharam no pós, em consultas, são a minha base e fortaleza, não teria conseguido sem elas, tive apoio muito grande da minha chefia tbem nas pessoas de Cristiane Resende e Antônia Magalhaes, sempre do meu lado, sempre me apoiaram, com as coisas que fiquei impossibilitada de fazer por um tempo como pegar peso, fazer a alimentação nos horário corretos, qd tenho que me ausentar por consultas e outras coisas, meu colegas de trabalho me apoiaram tbem quando voltei de atestado, sempre junto, ao ponto de um colega operar tbem.


Minha vida mudou radicalmente sou uma nova pessoa 6 meses pós cirurgia, entrei no centro cirúrgico pesando 126 quilos, hoje estou com 84kilos, passei do numero 56 para o 46, auto estima na via láctea, nada foi pesado nesse processo pois os resultados são maravilhosos, vc vestir uma roupa que nem em sonho te entrava, os colegas de verem todos os dias e dizer como vc esta linda apaga qualquer situação que possa ser ruim, os 30 primeiros dias são os mais difíceis, mais eles passam, e quando vc começa a fazer coisas que vc não conseguia como dormir sem fazer apneia, abaixar e abotoar uma sandália, colocar um cinto, sem ele sumir na barriga, e divino, pra muitos pode ser simples, pra nos gordinhos e uma calamidade, não te olharem como se vc fosse de outro mundo, não ser maltratada por algumas vendedoras, por achar que gorda tem que usar roupa de idoso, sempre fui muito vaidosa mesmo gorda, mais hoje sou uma pessoa muito feliz faria tudo de novo se fosse necessário, minhas amigas sempre do meu lado, Fatima e Estelita, Celia sempre junto, deixavam de ir passear pra ficar comigo, sem contar que a equipe do Dr. Cesar e excelente, todos te tratam muito bem, te cercam de carinho e atenção, do momento que vc decide ate hoje, as meninas da fisioterapia, Joice, Telma, Dr. James, e o Dr. Cesar, te passam uma confiança sem tamanho, são muito profissionais de uma humanização com os pacientes sem palavras;


E o que dizer de Dr. Mariana nossa nutricionista do coração, ela e nutricionista, amiga, confidente, conselheira, psicóloga, tem uma paciência imensa com todos, sempre presente em tudo. Penso que tudo na vida tem o seu momento para acontecer, pois mesmo tendo demorado muito pra fazer acho que era este o meu momento, hoje ando praticamente normal, ainda faltam 8 quilos para chegar ao peso ideal, já que o ortopedista pediu para emagrecer 50 quilos pra ver se haveria uma probabilidade de operar, faço exercícios na piscina, o joelho ainda não consegue fazer outros tipos de exercício, levo uma vida normal, como normalmente, em quantidade, muito menor, sigo as recomendações medica e de nutrição a risca, nunca passei mal, nunca tive vômitos ou dumping, nem tonturas, nada foi muito tranquila a fase de transição, minha alimentação em casa e extremamente saudável hoje, trabalhei bem minha cabeça pra isso, hoje comida não me faz falta, não em quantidade, hoje como para viver, e não vivo para comer como antes.
Para as pessoas que estão indecisas façam, sua vida e outra muito feliz, vc se sente no centro das atenções, sua saúde melhora 100 por cento, mudança radical e total pra muito melhor, hoje o espelho e o meu melhor amigo, bjus!!!!!!