quinta-feira, 12 de março de 2015

HOJE É DIA DE DEPOIMENTO - DRA. MARIANA CORRADI (ANJO NA TERRA)

"HOJE VOU SER MAIS FELIZ QUE ONTEM!"


 MARIANA CORRADI - NUTRICIONISTA

Porque escolhi ser nutricionista?????  Nossa....  já se passaram 13 anos dessa decisão....! O que eu sei é que eu nasci para ser nutri.....!!!!! Sou de uma família de árabe, e como tal, sempre comemos muito saudável, sem temperos exagerados, mas com muita fartura e comidas deliciosas. Porém, sempre vi minha mãe lutar contra a balança e meu pai contra o colesterol. Então, fui criada com comidas lights, magras, saladas, grelhados e na beira do fogão com a minha mãe. Tudo que sei hoje de cozinha, devo exclusivamente a ela... minha mãe Astride! 

 

Quando eu era nova, de 13 para 14 anos, estava um pouco “gordinha” e pedi de presente para minha mãe me levar em um médico e fazer um regime. Ela sempre muito companheira, resolveu fazer junto o tratamento, e na hora da consulta, o médico entregou a mesma dieta (de bloquinho destacável) para nós duas, eu com 14 anos e ela com 40. Sempre achei isso muito estranho e dizia para minha mãe que não achava isso certo.  Quando cheguei perto de decidir escolher minha profissão, a nutrição estava começando em minha cidade, na faculdade que minha mãe estava dando aula. E foi lá que passei e lá que estudei.

Desde cara, gostei do curso. Tinha certeza que queria ter uma clinica linda e trabalhar de branco. Com o passar dos anos de faculdade, conheci uma professora que eu amo muito, Patrícia Del Ré (que por sinal, depois de anos, reencontrei-a em Campo Grande) e que disse para nós alunas “quem quiser ser uma boa nutricionista clinica, precisa aprender a cozinhar”. E eu me apaixonei por isso e mudei totalmente. Formei-me trabalhando em uma cozinha industrial. Um ano depois estava em uma padaria que eu amava. Cuidar da higiene e manipulação, dos funcionários, chegar em casa cheirando algo diferente. Uau. Estava realizada. Mas depois de 5 anos, eu cansei. Não me sentia gratificada com isso. E ganhava muito mal. Resolvi sair do meu trabalho e procurar outra área. Que não sabia ainda qual era.  Nesse período, encontrei meu namorado, hoje, marido. Quando comecei a namorar, eu fazia apenas consultoria, não tinha trabalho fixo, e isso me incomodou. Sempre fui uma mulher independente financeiramente.

Um belo dia encontrei um médico, amigo de nossa família, que tinha uma clinica na cidade de São José do Rio Preto. O Centro Médico Dr. Chelela. Imagina eu 5 anos trabalhando em uma padaria, agora em clinica. E de obesidade. Mas, estava precisando trabalhar, e meu marido, na época namorado, me deu força e disse “vai, se não gostar, você sai”. O doutor me deu o prazo de 30 dias para estudar a tal cirurgia Bariátrica e começar a trabalhar. E lá fui eu... que mundo novo... de receitas de padaria para by-pass gástrico.  Quando comecei a trabalhar, toda linda, arrumadinha, com uma sala só pra mim, agenda, secretária... eu amei. E cada dia que atendia um paciente operado, eu me empolgava em estudar, estudar e estudar.

E a maior experiência que tive até hoje, foram os meus pacientes que me deram. No decorrer de 5 anos eu fiz uma pós em cirurgia bariátrica. Especializei-me e até hoje, não quis mais deixar essa área. Um ano após meu casamento, tristemente o médico que me mostrou esse caminho faleceu com uma leucemia. Quando meu marido recebeu uma proposta de trabalho para vir à Campo Grande, no mesmo momento, já busquei  quem eram o médicos da cidade. E uma grande amiga e psicóloga bariátrica, Andreza Pirillo, também me ajudou muito e me deu muita força. Foi aonde consegui, através da querida Telma, que graças a Deus atendeu ao telefone, uma entrevista com o Dr. James Câmara e o Dr. Cesar Conte.



No mesmo dia, fui aprovada.  E comecei meu trabalho com eles. Hoje me sinto feliz, realizada, valorizada. Trabalhando com o que eu amo... com pessoas que abriram a porta para mim e me deram espaço para realizar meu trabalho.  A obesidade é uma doença. A cirurgia não cura essa doença.  E o papel do nutricionista na vida desses pacientes é fundamental e “eterno”. Sinto-me útil nesta área, aprendo a cada dia a ser melhor, o melhor curso que faço diariamente são os pacientes que me dão. E hoje eu só tenho a agradecer, todos que participaram da minha vida profissional até aqui. Dr. Cesar Conte e Dr. James Câmara, não tenho palavras que descrevem o respeito e admiração que tenho por vocês.
Agradeço de coração uma amiga mais que especial Raquel. Obrigada por aguentar nossa ansiedade e por ser a força que eu precisava no momento da decisão. Você é incrível. Paulo Eduardo, meu marido, você é muito mais do que eu imaginava, obrigada por tudo. Você mudou minha vida... Para melhor, TE AMO.

E principalmente, vocês, meus pacientes queridos que confiam totalmente em meu trabalho.


Paty, a você, meu eterno agradecimento por me dar esse espaço de contar um pouquinho da minha história e amor pela cirurgia bariátrica.



E AQUI ESTÃO ALGUMAS DAS SUAS PUPILAS!! OBRIGADA DE CORAÇÃO PELAS FOTOS MENINAS LINDAS E GUERREIRAS!!!