quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Um ano... o tempo passa...




Incrível como o tempo tem passado de forma vertiginosa, sinto falta de quando era mais nova, pois o tempo não era tão alígero assim. As coisas mudam depois que passamos a ter certa experiência de vida e os anos avançados. E muitas vezes as coisas acontecem de forma tão impremeditada que quando assustamos a nossa vida está de “pernas para o ar”, e notamos que não poderia estar de melhor forma.

Há um ano aproximadamente...
fez-se necessário tomar outros rumos, viver novas experiências, e cortar o cordão umbilical que tanto me prendia na minha doce e querida cidade. Chegou aquele momento em que você percebe a necessidade de dar novos passos, em solos desconhecidos, desbravar novas experiências, saindo da uniformidade da rotina. Um novo sonho era traçado, novos desejos eram ansiados, projetos e objetivos eram docemente esclarecidos em minha mente, e expressos na minha agenda.

Mas como a vida é uma caixa de surpresas, as coisas não saíram tão planejadas assim. Passei a perceber que os conselhos de mãe servem para muita coisa. Que morar sozinha, ou melhor, com o irmão (rsrsr), não é tão prático e doce assim. Que a casa da gente é o melhor lugar do mundo. Percebi que calar-se e ouvir se faz necessário para coexistência em sociedade, mas que saber o momento certo para expressar suas opiniões deve ser procurado (tudo bem que isso ainda está em fase de treinamento). Que conhecer pessoas é a melhor experiência de vida que alguém pode ter, porque elas vão te ensinar muito sobre confiança, mentiras, falsidade, sinceridade, apoio, maldade, trabalho conjunto, trabalho individual, entre tantos outros fatos.

As saudades são muitas da vida que tinha e dos amigos que ficaram, esses tão especiais, que me acompanham e desejam o meu bem estar e sucesso a cada nova conquista. Do meu outro lar, pois a casa dos meus pais vai sempre ser meu refúgio, onde me sinto segura e cuidada. Saudades é sentimento bom, pois mostra o quanto fui feliz e tive sorte por deixar minha marca na vida dessas pessoas, e elas marcas profundas na minha vida. Mesmo cada um de nós seguindo caminhos diferentes para cada um ter suas próprias experiências, e assim quando reunidos ter muitas histórias para contar.

Em um tempo tão curto, se comparado com meu tempo em vida, nesse um ano amadureci e aprendi muito, fiz descobertas que não me seriam permitido caso não tivesse colocado corpo e mente em movimento. Conheci um novo amor, que soma e me faz sentir uma mulher guerreira e capaz de qualquer conquista, me dando paz e suavidade para os bons momentos e os momentos alvorotados. Conheci pessoas as quais chamo “presentinhos de Deus”, aquelas que cuidam da gente e que estão ali para te ensinar e ajudar em todas as ocasiões. Mas também conheci pessoas que me fizeram pensar em como o ser humano pode ser mal, e ter atitudes tão desprezíveis em um mundo onde o tempo é precioso e o amor é irrevogável para a boa convivência em sociedade.

Os aprendizados foram muitos, as experiências inexplicáveis, os planos mudaram e novos sonhos surgiram, uma vida inteira pela frente. Assim o momento é de gratidão e reflexão, buscando sempre oferecer o melhor a cada projeto e experiência a ser vivida. Que novas experiências desapontem de forma que me desafiem, pois é com os desafios diários que aprendemos a superar e dar o melhor dos nossos esforços. A todos de alguma forma obrigada, pois ou me ensinaram através da dor, ou me ensinaram através do carinho, do afeto e do amor (e esses sempre se sobressaem). A Deus toda minha gratidão por ser tão cuidadoso comigo e com meus caminhos.

#HojeVouFazerO MelhorQuePosso #PattyZandona